• Uncategorized 11.05.2012

    Este cordel foi um presente para uma amiga guerreira e gente muito boa.

    I

    Eita a mulher é de Touro

    Nasceu em cinco de maio

    Não engole desaforo

    Nem encara de soslaio

    Se precisar canta em coro

    Carrega cesto e balaio

    II

    Na capital do Oeste

    Nossa bela Mossoró

    Terra de cabra da peste

    E de São João com forró

    No coração do Nordeste

    Só se produz o melhor

    III

    Lá nasceu Clélia Maria

    Por Aurelinda parida

    Pois em Patú não daria

    Pra garantir sua vida

    Pois o parto arriscaria

    Perder a filha querida

    IV

    De Mossoró pra Patú

    Subindo a Serra do Lima

    Catar cajá e umbu

    Seja em baixo ou seja em cima

    Sob aquele céu azul

    Lá viveu quando menina

    V

    Depois dela veio mais sete

    Para trazer alegria

    Pois ao poeta compete

    Registrar nesta poesia

    Que nestes versos repete

    A história de Josias

    VI

    Josias é que foi o pai

    De tão numerosa prole

    Da cana o caldo que sai

    Com pão doce a gente engole

    Assim a força não cai

    E o cabra não fica mole.

    VII

    Clélia foi pra Caicó

    Pra morar com a família

    Escolheram o Seridó

    Pra criar filhos e filhas

    Levaram a cana e o nó

    Cachorro e toda a mobília

    VIII

    Foi assim que ela cresceu

    Tomando caldo de cana

    O ping pong  aprendeu

    Era uma atleta bacana

    Uma chama se acendeu

    Lá na terra de Santana

    IX

    Nossa moça decidida

    Se mandou pra capital

    Deixou a terra querida

    Pra morar noutro local

    Queria vencer na vida

    Na cidade do Natal

    X

    Estava com dezessete

    Tinha coragem de bicho

    Foi num caminhão roquete

    Pra buscar o seu capricho

    Porque não tem quem conserte

    Quem vai atrás de seu nicho

    XI

    Enfrentou frio e poeira

    Em cima de um caminhão

    Escapou da tremedeira

    Vestindo a rede e o surrão

    Corajosa e verdadeira

    Acompanhou o irmão

    XII

    Estudou pedagogia

    Se formando professora

    Ensinou com galhardia

    No assunto era doutora

    Paulo Freire era seu guia

    A educação redentora

    XIII

    Curte Xangai e Elomar

    Baianos bons de viola

    Vital de Taperoá

    Também vai na sua cola

    Poria os três a cantar

    Pois nenhum deles enrola

    XIV

    O poeta popular

    Com ela tem sua vez

    Fez Jussier se ajoelhar

    E recitar em francês

    Amazan cumprimentar

    Fraseando em japonês

    XV

    De norte ao sul do Brasil

    Conhece cada pedaço

    Do belo sul varonil

    Até o vale do aço

    No nosso céu cor de anil

    Voou achou seu espaço

    XVI

    Em São Luís viu os bois

    Carregados na cacunda

    Lá se planta muito arroz

    Uma cultura fecunda

    Lá Maranhão, pois, pois

    É que o babaçu abunda

    XVII

    Gosta de dançar forró

    Arroxandim pé de serra

    Quando demora é melhor

    Se divertir nessa guerra

    Com um par ou até só

    Balança o corpo e não erra

    XVIII

    Enfrentou duras batalhas

    Pra defender sua vida

    Foi com a saúde falha

    Que ficou mais aguerrida

    Nem no fio da navalha

    Deu a guerra por perdida

    XIX

    Amou com muita paixão

    Às vezes uns dissabores

    Nem sempre um sim ou um não

    Preenche todas as cores

    Com amor no coração

    A gente supera as dores

    XX

    Rede de largas varandas

    Pra gente timbungar nela

    Seja Vera ou seja Vanda

    No terraço ou na janela

    Ouvindo o toque da banda

    Ou areando a panela

    XXI

    Também é fada madrinha

    De Vivian e Rodrigo

    De Janeeyre a sobrinha

    E de mais de cem amigos

    Tem condão sem ter varinha

    Isto com certeza eu digo.

    XXII

    Para você neste dia

    Desejo de coração

    Muita amizade e alegria

    Saúde e animação

    O poeta que vos fala

    Também morou no sertão.

     

    Natal, 05 de maio de 2012

    Mestre Marcolino

     

    Posted by antunios @ 15:52

  • Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>